Nos dias atuais a mulher ocupa um espaço social e econômico muito diferente de décadas atrás. Seus objetivos de vida, suas conquistas e outras prioridades deixaram a maternidade muitas vezes para depois dos 35 anos.

Um planejamento de gestação futura e preservação da fertilidade é inexistente hoje nos consultórios.

Porém, a natureza não mudou e, nesta faixa etária, vários fatores associam-se para dificultar ou  impedir a maternidade.

O período fértil da mulher restringe-se às 40 horas de vida do óvulo dentro da trompa de falópio.

Orientações básicas como manter  relações sexuais nas datas corretas, avaliadas  por controle ultrassonográfico seriado é a única maneira de avaliar a qualidade deste período . O acompanhamento fiel de cada detalhe desde processo norteia os pormenores das medicações e condutas.

Procuramos diagnosticar primeiro, para depois tratar de cada patologia com excelência científica, respeitando a individualidade de cada paciente, optando pela ética em cada conduta, diminuindo o tempo de  tratamento para conseguirmos a gestação e  minimizando os índices de abortamento.

A videolaparoscopia pélvica com ênfase no tratamento da endometriose e outras patologias, com o reestabelecimento da fertilidade, é a nossa arma rotineira de sucesso e grande aliado no tratamento dos procedimentos de baixa complexidade, desde a simples indução ovulacional até a inseminação artificial.

Procuramos sempre ter um “timing“ correto de tratamento, personalizando o acompanhamento de paciente para paciente, dependendo da idade da mesma e de sua patologia.

Diminuir a  ansiedade e impulsividade para uma etapa final de tratamento como a FIV (Fertilização in Vitro) é uma das prioridades. Sendo a mesma  caracterizada pela alta complexidade  laboratorial e medicamentosa , com custo ainda muitas vezes  inacessível para muitas famílias  .

No entanto, se necessário, contamos com o privilégio de termos em nossa cidade, dr carlos petta, com renome internacional na  clínica fertilidade e vida  –  com parceria há 20 anos

Avaliamos sempre o casal de maneira humana buscando orientar que o equilíbrio nutricional, físico, psíquico e emocional são fatores preponderantes para o sucesso.

Por vezes, esse equilíbrio é a chave da fertilidade.

Dr Sérgio Roberto V. de Macedo | CRM 60.864